Parcerias são a chave para o sucesso da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

objetivos_port

O empoderamento econômico das mulheres e meninas define um caminho direto para se atingir a igualdade de gênero e é um elemento crítico da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Conseguir isto exigirá que todos os atores, sejam os governos, instituições internacionais, organizações da sociedade civil ou do setor privado, para ir além do ‘negócios frequentes’ e empregar novas formas de pensar e agir.

Essa foi a mensagem entregue este ano no Jornadas Europeias do Desenvolvimento (15-16 de Junho), – fórum principal da Europa para o Desenvolvimento e a Cooperação internacional – durante o painel de alto nível sobre “Construindo parcerias win-win* para o empoderamento econômico das meninas e mulheres” em 16 Junho.

“O empoderamento das mulheres e meninas é provavelmente a parte mais importante da sustentabilidade pois elas são metade da população do mundo”, disse Arup Banerji, diretor regional para países da UE, Europa e Ásia Central, do Grupo Banco Mundial.

Mulheres e meninas continuam a ser desproporcionalmente afetadas pela pobreza, discriminação e exploração. A discriminação de gênero muitas vezes significa que as meninas e as mulheres acabam em empregos inseguros, desprotegidos e de baixos salários; que limita seu acesso a recursos financeiros e de controle e propriedade dos bens; que limita a sua participação na definição das políticas econômicas e sociais. E porque as meninas e mulheres executam a maior parte do trabalho doméstico, muitas vezes elas têm pouco tempo para buscar oportunidades econômicas ou educacionais.

“Temos lidado com os sintomas durante anos, mas não as causas”, disse Anne- Birgitte Albrectsen, CEO dos direitos da criança e organização humanitária Plan International. “Devemos abordar as normas sociais discriminatórias básicas que criam barreiras para o empoderamento econômico das mulheres e meninas.”

Construindo parcerias win-win

Baseando-se em abordagens capturados pelo Painel da ONU de Alto Nível sobre Capacitação Econômica das Mulheres, as estratégias do Banco Mundial, UNIDO, ONU Mulheres e Plan International, bem como o Plano de Ação da UE sobre Igualdade de Gênero nas Relações Externas, os participantes no painel exploraram como criar parcerias win-win para realizar as metas referentes ao empoderamento econômico das mulheres e meninas na Agenda 2030.

“A desigualdade de gênero tem muitas faces e as causas são historicamente incorporadas dentro das leis e culturas, por isso precisamos de uma variedade de diferentes atores e parcerias de todos os lugares para se envolverem em desafiar as múltiplas discriminações enfrentadas pelas mulheres e meninas ao redor do mundo”, disse a Diretora Executiva da ONU Mulheres Phumzile Mlambo- Ngcuka.

O setor privado, respondendo por 90 por cento dos postos de trabalho nos países em desenvolvimento, terá um papel particularmente importante para alcançar o empoderamento econômico das mulheres e meninas. Neste contexto, é crucial para as organizações sem fins lucrativos compreenderem os critérios de uma parceria eficaz e mutuamente benéfica.

Transformando palavras em ações: Cumprindo os ODS

Sob o título “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em Ação” as Jornadas Europeias do Desenvolvimento deste ano são todos sobre a implementação, e como destacado pelos participantes durante o painel, a capacitação econômica das mulheres e meninas é um pré-requisito para alcançar o desenvolvimento sustentável.

Quando falamos sobre não deixar ninguém para trás, o grupo que é fácilmente identificado em cada país são as mulheres e meninas”, disse Mlambo-Ngcuka. “Para alcançar plenamente os objetivos estabelecidos na Agenda 2030, temos de começar abordando a desigualdade de gênero e os desafios enfrentados por mulheres e meninas.”

Mas como podemos garantir que todos os atores cumpram as suas promessas para mulheres e meninas do mundo? Os membros do painel concordaram que a coleta de mais e melhores dados sobre questões que afetam as mulheres e meninas em todo o mundo irá desempenhar um papel crucial para garantir que a Agenda 2030 chegue até elas. “O que nós não sabemos, não podemos resolver”, disse Banerji.

Uma solução chave é garantir que entendemos o que as meninas e as mulheres enfrentam e precisam, é deixar que eles tenham uma palavra a dizer. Ayesha Durrani, uma jovem líder e dona de negócio no Paquistão, disse: “Se as mulheres e meninas não têm uma voz, o progresso não vai acontecer.”

“Precisamos dar as meninas uma voz para desafiar as normas sociais básicas e precisamos apoiá-las”, acrescentou Sra. Albrectsen.

*Parceria win-win é o tipo de parceria que traz benefícios mútuos aos participantes

 

Tradução: CSW 2016 – 17º MINIONU

Postado originalmente por: ONU Mulheres <http://www.unwomen.org/en/news/stories/2016/6/partnerships-key-to-success-of-2030-agenda-for-sustainable-development&gt;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s