Mulheres e o desenvolvimento social

09-26-2015gender_equality

Por muito tempo relacionou-se sustentabilidade somente com aspectos ambientais. Seguindo essa linha de raciocínio, buscou-se a implementação de projetos de reflorestamento, de preservação de fauna e flora, e redução dos danos causados ao meio ambiente. Entretanto, o conceito de desenvolvimento sustentável é muito mais amplo e está centrado em três pilares: o social, o econômico e o ambiental.

O aspecto social, enfoque deste post, refere-se ao capital humano. A noção de desenvolvimento sustentável em âmbito social busca equidade social, preservação de culturas e modos de viver das pessoas e o desenvolvimento pessoal e coletivo. Segundo essa visão, não se deve apenas buscar apenas o desenvolvimento econômico de uma região, mas, sim, garantir que populações sejam diretamente afetadas de forma respeitosa e saudável, com justiça social.

Desta forma, a igualdade de gênero se constitui como preceito básico para a promoção de um desenvolvimento sustentável. Um desenvolvimento que englobe a sustentabilidade da vida humana não pode ignorar desigualdades entre gêneros, que submete parte da população à situações excludentes e assimétricas, que são, muitas vezes, estabelecidas por meio da naturalização de práticas e valores sustentados pela cultura.

Quando mulheres possuem acesso a recursos, o desenvolvimento se dá de uma forma mais sustentável e menos discriminatória. Mulheres do campo, por exemplo, tem importante papel no processo produtivo do meio rural. Entretanto, sua contribuição é frequentemente invisibilizada. Elas estão no centro da discussão de segurança ambiental, já que, organizações produtivas de mulheres protagonizam a produção de alimentos de qualidade ao redor do globo.

A discussão sobre igualdade de gêneros se expande em diversas áreas, como igualdade salarial, acesso à terras, acesso a política, igualdade de direitos, casamento infantil, dentre outras. É essencial que, para um total desenvolvimento sustentável, mulheres possuam os mesmos direitos do que os homens.

Em seu discurso de abertura, Phumzile Mlambo-Ngcuka, Diretora Executiva da ONU Mulheres, ao tratar da agenda 2030, em especial sobre o objetivo de empoderamento das mulheres, fez o seguinte discurso:: “Nas vossas mãos está uma oportunidade única na vida para acabar com a pobreza e transformar as relações de género, de forma irreversível, para a próxima geração, fazendo do mundo um lugar melhor para todos.”

Referências:

http://www.solidariedade.org.br/opiniao/papel-das-mulheres-no-desenvolvimento-sustentavel/

http://www.unric.org/pt/actualidade/32220-empoderamento-das-mulheres-e-a-sua-ligacao-ao-desenvolvimento-sustentavel

http://www.onumulheres.org.br/referencias/principios-de-empoderamento-das-mulheres/

http://www.observatoriodegenero.gov.br/menu/areas-tematicas/pobreza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s